Grupos de Oração Teresiana

Grupo juvenil

São muitos os grupos de oração que se vão formando à volta das comunidades carmelitas e inspirados na espiritualidade que os mestres e doutores da Igreja, Santa Teresa de Jesus e S. João da Cruz, nos legaram.
Na verdade, interroga Santa Teresa: «Se na vida nos juntamos para tantas coisas porque não fazê-lo para orar?» (Vida, 7,20).

A oração é dos actos humanos mais gratuitos. Justifica-se por si mesma. Rezamos porque rezamos. Tal como não somos capazes de explicar cabalmente as razões por que amamos, muito menos o rezar. O simples facto de um conjunto de pessoas se reunirem para orar é já um acto nobre que atrai a presença de Jesus: «Onde dois ou três se reunirem em meu nome, Eu estou no meio deles» (Mt 18,28).

Somos um grupo de 10 jovens, rapazes e raparigas, de idades entre os 23 e 35 anos, naturais de Avessadas, Marco de Canaveses, e Viana do Castelo, que procura se encontrar uma vez por mês, mais ou menos em três casas carmelitas, a saber, no Santuário do Menino Jesus de Praga, na Stella Maris e na Igreja do Carmo de Viana, para orar, ler, escutar, meditar e partilhar a Palavra de Deus, proposta pela Igreja cada domingo nas celebrações dominicais, e para conhecer e aprofundar a vida e os ensinamentos dos Santos do Carmelo. A estrutura dos encontros costuma ser esta:

– Invocação do Espírito Santo
– Leitura, partilha orante e vital dum texto carmelitano (estamos agora com o Livro da Vida de Santa Teresa de Jesus)
– Oração
– Chá e convívio

Além do encontro mensal, que está sempre sujeito a reajustes, de acordo com as possibilidades das pessoas, o grupo vai tendo em conta outro tipo de actividades, consoante as exigências cristãs e espirituais de cada um dos participantes. Assim, por vezes, organizam-se retiros, dias de reflexão, caminhadas e cine-foruns.
Por ser ainda importante o convívio, há momentos em que decide ir jantar fora e ao cinema.
O grupo mantém também contactos com os outros grupos de oração teresiana que existem em Espanha. Alguma vez já participou em encontros de oração e de formação de animadores em Segóvia e Ávila, dois grandes lugares sãojoanista-Teresianos.
A caminhada vai prosseguindo e o sentido de pertença ao Carmelo vai-se renovando e fortalecendo de dia-para-dia. Haja mais jovens que queiram entrar e fazer caminho!